ÁREA DO ASSOCIADO

Faça seu login para ter acesso completo a sua conta.

Dúvidas: (92) 3651.7798 | 3308.9313 . contato@simeam.org

Notícias

A IMPORTÂNCIA DOS SINDICATOS FRENTE AO DIREITO COLETIVO DO TRABALHO, É DESTAQUE EM PALESTRA

Quarta-Feira, 23 de outubro de 2019

No âmbito do direito coletivo sindical dos trabalhadores se englobam as negociações coletivas, contratos coletivos, acordos e convenções, greve, entre outras. Para ter uma melhor compreensão, o tema foi abordado pelo professor de língua portuguesa Ronaldo Fernandes durante o evento em alusão ao Dia do Médico 2019, realizado pelo Simeam, na Sapiens FGV Manaus, no último dia 17/10.

Além de apresentar um panorama histórico do surgimento dos sindicatos, o professor de língua portuguesa fez uma análise da atuação das entidades sindicais no cenário político atual. Gestor de pessoas e projetos, o professor é também, ativista de movimentos políticos e socais. Em sua palestra, ele recordou que o sindicato representa o tralhador e preza pelas boas condições de trabalho, melhoria salarial, lutas da categoria, entre outras. Além disso, Ronaldo Fernandes esclareceu sobre a atuação dos conselhos, que são órgãos de regulação indiretos do Estado e Governo Federal, para presar pelar normas, regras, ética e o bom andamento da profissão.

É importante fazer essa separação entre quem é o representante do trabalhador e quem é o agente regulador e defesa da profissão. Os trabalhadores precisam ter uma ideia clara que é o sindicato quem de fato defende os profissionais e os interesses coletivos, por isso é importante que, cada vez mais os espaços sejam ocupados por representantes compromissados com a causa comum”, pontuou Ronaldo Fernandes.

Na análise do professor e militante, a classe médica vive um momento delicado em que os médicos precisam atuar além dos consultórios e serem mais participativos nas lutas diárias. Para Ronaldo Fernandes, até mesmo entidades médicas reguladoras estão atuando contra a categoria. “O médico precisa ser mais participativo e se envolver nas atividades que atingem os interesses dos trabalhadores. Percebo que em várias regiões, grupos estão há anos no poder e atuam contra os profissionais. Isso não pode acontecer”, alertou.

De acordo com Fernandes, através de uma articulação política transparente e acompanhada pelos trabalhadores, o sindicato possui a capacidade de fortalecer os encaminhados junto aos órgãos públicos. “Apesar de a maioria dos trabalhadores entender perfeitamente o quão importante é a representação sindical na vida do conjunto dos trabalhadores de uma empresa, de um setor, uma categoria ou de uma região, não são poucos, porém, os que não percebem que, sem essa representação, os trabalhadores ficam totalmente à mercê dos maus patrões”, disse.

Ser sindicalizado, participar das ações sindicais e incentivar filiações, foram algumas das orientações apresentadas pelo professor para que os médicos do Amazonas possam manter-se unidos e organizados junto ao Simeam e com isso, a classe seja fortalecida e representada.


Deixe seu comentário