ÁREA DO ASSOCIADO

Faça seu login para ter acesso completo a sua conta.

Dúvidas: (92) 3651.7798 | 3308.9313 . contato@simeam.org

Notícias

SIMEAM PARTICIPA DO SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE DIREITO MILITAR E DIREITOS HUMANOS

Sexta-Feira, 11 de outubro de 2019

Teve início nesta desta quarta-feira (9/10), na capital amazonense, a etapa Manaus do Seminário Internacional de Direito Militar e Direitos Humanos, prosseguindo até sexta-feira (11), com a participação de juristas, autoridades militares e pesquisadores de seis países – Brasil, Colômbia, Peru, México, Portugal e Espanha. O presidente do Sindicato dos Médicos do Amazonas (Simeam), Dr. Mario Vianna e o assessor jurídico da entidade, Dr. Fabrício Santos, participaram da cerimônia de abertura no auditório do Centro Administrativo Desembargador José Jesus Ferreira Lopes, prédio anexo à sede do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM).

Para o presidente do Simeam, há uma interface constante entre o exercício da medicina e o bem-estar dos profissionais da saúde que precisa ser revisto urgentemente dentro do que preconiza os direitos humanos. “O evento é uma confirmação que as atividades segmentadas precisam debater seus direitos com a participação de todos, e principalmente, alerta para os direitos humanos dos atores envolvidos” citou o Dr. Mario Vianna, destacando que, em Manaus, a categoria médica enfrenta sérios problemas.

A superlotação nas unidades de saúde, centro cirúrgicos bloqueados impossibilitando o atendimento à crescente demanda, falta de leitos, falta de remédios e insumos, dentre outros, está sobrecarregando os médicos, e no meio desse caos, ele pode, eventualmente, vir a cometer um erro, que vai gerar uma responsabilidade civil. De quem será a culpa? Nessas horas, o médico sempre é o culpado. Mas ninguém vê os direitos humanos dos profissionais e dos próprios pacientes”, afirma Mario Vianna.

Durante o evento, o presidente do Simeam articulou junto ao comandante do 9º Distrito Naval, vice-almirante Paulo César Colmenero Lopes e com o comandante da ALA 8 da Força Aérea Brasileira, brigadeiro do ar, Maurício Sampaio, sobre um projeto da Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (Fcecon), que tem como objetivo levar atendimento às mulheres do interior do Estado com alto risco de câncer de colo uterino. “O Amazonas é o estado com o maior número de casos da região e do Brasil. Junto com outros colegas médicos temos um projeto que vai levar atendimento às mulheres para diagnóstico precoce da doença e possível tratamento imediato, por meio de conização de alta frequência. Mas, para isso precisamos de apoio logístico e nesse aspecto, a nível amazônico, as forças armadas são fundamentais” mencionou o Dr. Mario Vianna.

O comandante do 9º Distrito Naval, vice-almirante Paulo César Colmenero Lopes manifestou interesse no projeto e antecipou que a Marinha pode ajudar na logística com o transporte das equipes e equipamentos. “Podemos alinhar para colocar o projeto dentro do nosso calendário de ações nas calhas do interior do Amazonas e com isso, levamos as equipes e os equipamentos que serão utilizados”, antecipou o comandante do 9º Distrito Naval.


Deixe seu comentário