ÁREA DO ASSOCIADO

Faça seu login para ter acesso completo a sua conta.

Dúvidas: (92) 3651.7798 | 3308.9313 . contato@simeam.org

Notícias

TRABALHADORES DA SAÚDE PRESSIONAM REPRESENTANTES DO MUNICÍPIO POR REPOSIÇÃO SALARIAL DE DIREITO

Quinta-Feira, 09 de maio de 2019

Na reunião da Mesa Municipal de Negociação realizada nesta terça-feira (07.05) os representantes dos trabalhadores demonstraram total indignação com os anos de romaria junto a gestão por qualquer ganho que seja a favor das categorias.

A gestão que ficou de apresentar nessa reunião uma resposta sobre a contraproposta dos trabalhadores do percentual de 6% para data base de 2019, fez uma longa e cansativa apresentação dos números do município, tentando mais uma vez justificar a falta de possibilidade de atender o pleito.

A primeira proposta da gestão fixada em pouco mais de 4% metade do que os trabalhadores pediam não foi aceita, assim como a segunda proposta de 5%. “Os trabalhadores têm direito a uma reposição de quase 6%” afirmou Reinaldo Menezes e explicou “Dentro das pendências do Município a data base que foi paga em 2018 não saiu o retroativo do tempo que se ficou negociando como foi prometido, esse percentual devido de 2018 acrescido do índice de 2019 fica muito próximo aos 6% que estamos pedindo e não vamos abrir mão”.

Na reunião todas as outras questões que são de luta dos trabalhadores dentro da Mesa foram colocadas como pontos de negociações frustradas, pois em todos esses anos dos dois mandatos do prefeito Arthur Neto as categorias não tiveram de fato uma conquista para comemorar “precisamos que, pelo menos, essa Data Base seja a nosso favor, não vamos ficar desmoralizados diante da base de nossas categorias, nunca ganhamos em nada nessa gestão” fez o apelo a presidente da Mesa Marilene Vilhena.

O secretário de Finanças Lourival Praia pediu uma semana para fazer o levantamento da viabilidade de aplicar os 6% na Data Base 2019 e remarcou a reunião para a próxima terça-feira (14.05).

O presidente do Simeam, Dr. Mario Vianna, com a nova titular da mesa municipal de negociações. Dra. Darcley França, vem acompanhando durante essas duas gestões do prefeito Arthur Neto e lamenta que a prefeitura mantenha essa postura de enganar os representantes dos profissionais da saúde que sempre o prestigiaram. Com este cenário o Simeam conclama a todos a fazerem o enfrentamento necessário para garantir os direitos dos trabalhadores da saúde. Um outro ponto que o presidente Mário Vianna destaca como um ato criminoso por parte da Semsa/PMM cometido praticamente nesses 8 anos de gestão, não realizar a revisão do PCCS e legalizar a situação funcional dos médicos da família, maternidades e Samu!

Prefeito Arthur, cumpra as promessas feitas conosco nos primeiros dias da sua primeira gestão no Palácio Rio Branco” finalizou Mário Vianna.


 


 

 

Deixe seu comentário