ÁREA DO ASSOCIADO

Faça seu login para ter acesso completo a sua conta.

Dúvidas: (92) 3651.7798 | 3308.9313 . contato@simeam.org

Notícias

NOTA DE APOIO

Sexta-Feira, 08 de fevereiro de 2019

O Sindicato dos Médicos do Amazonas vem a público manifestar seu total e irrestrito apoio ao médico cirurgião vascular que denunciou publicamente a falta de insumos no Hospital e Pronto Socorro Dr Aristóteles Platão Bezerra de Araújo. 
 
 
Essa não é uma realidade isolada, está presente em todas as Unidades de saúde e nem é um fato novo, no entanto, chegou a um ponto insuportável de falta de condições de trabalho que vem causando indignação e revolta nos profissionais médicos e demais categorias da saúde a ponto de comprometer a prestação de serviço a comunidade e colocando inclusive em risco a vida de nossos pacientes. 
 
O Simeam há muitos anos vem incentivando os profissionais da classe, em acordo com nosso código de ética médica, a registrarem e nos informarem as diversas situações quase sempre críticas vivenciadas nas unidades de saude, através da campanha permanente “BOCA NOTROMBONE” e todas as denuncias que chegaram a nosso conhecimento foram encaminhadas aos órgãos competentes como a própria Susam, Defensoria Pública, Ministério Público e até mesmo para midia em geral. 
 
Esse tipo de ação é necessário para que não sejamos coniventes com esse descaso e má administração do dinheiro público e ainda para que a responsabilidade não acabe caindo sobre o profissional que está na ponta do serviço, diretamente ligado a população, como nesse episódio, onde a secretaria de saúde tenta justificar o injustificável, e pior, tentando como sempre colocar o profissional médico como bode expiatório desse triste cenário bem conhecido por nós e nossos pacientes. 
 
Esperamos que a atitude do colega cirurgião vascular competente e dedicado seja exemplo para que  todos os profissionais da saúde denunciem! A intenção não é desmoralizar esse ou aquele governo, mas contribuir para que a saúde pública, seus profissionais e principalmente os pacientes sejam tratados com dignidade e respeito. 
 
Nesse sentido não iremos mais admitir em hipótese alguma que o profissional médico seja culpabilizado por um caos que não é causado por ele. Também não admitiremos qualquer represália ao colega que denunciou a falta do fio adequado e a qualquer outro colega que venha denunciar outras não conformidades. 
 
Somos prestadores de serviços de reconhecida qualidade e competência técnica, todos os profissionais das empresas médicas são especializados e realizam frequentemente cursos de aperfeiçoamentos de altíssimos custos sem qualquer apoio do Estado. 
 
Por fim, deixamos claro que toda estrutura e insumos necessários a essa prestação de serviço em todas unidades de saúde é de total responsabilidade do contratante, no caso o Governo do Estado do Amazonas através da Susam.
 
 
 
Dr. Mario Vianna 
 
Presidente do SIMEAM 
 
Vice-Presidente da FENAM 

Deixe seu comentário

Notícias anteriores