ÁREA DO ASSOCIADO

Faça seu login para ter acesso completo a sua conta.

Dúvidas: (92) 3651.7798 | 3308.9313 . contato@simeam.org

Notícias

ORESTES RECEBE SIMEAM PELA PRIMEIRA VEZ APÓS ASSUMIR SECRETARIA

Sexta-Feira, 21 de setembro de 2018

Nesta quinta-feira, (20.09), o presidente do Sindicato dos Médicos do Amazonas (Simeam), Dr. Mario Vianna, o assessor jurídico, Fabrício Calebe e o delegado sindical, Dr. Reinaldo Menezes estiveram reunidos com o secretário estadual de saúde, Orestes Filho, na sede da Susam, para tratar sobre as pendencias do Estado com os médicos (processo 559/2014 que trata da reposição salarial do período de maio a novembro de 2012 e gratificação de cursos de 163 médicos) e Carreira Médica de Estado.

Durante a reunião, o presidente do sindicato explicou para o secretário da Susam qual é a proposta do Simeam para a implementação da carreira médica, principal bandeira de luta, tanto na capital quanto no interior. Para levar o médico para o interior, segundo Mario Vianna, a solução é a carreira médica de estado “colocar um médico no interior, um profissional altamente qualificado, para permanecer lá a vida toda, dificilmente isso vai acontecer. Então, a carreira prevê 4 anos de permanência no interior e o médico depois de 4 anos, se ele tiver o desejo de permanecer ele permanece, senão ele pode começar a ser movimentado na direção da capital ou algum grande centro que ele tenha deseja. Dessa forma, a gente atende a necessidade do médico de continuar a estudar, continuar a se aperfeiçoar e vamos ter uma relação do profissional com as comunidades do interior de uma forma mais efetiva, de uma forma mais permanente” declarou Vianna.

Para a capital ele acredita que também há espaço para a carreira, mas que deve prevalecer o sistema misto, “pessoal estatutário ou de plano de carreira ou de carreira de estado, trabalhando junto com às empresas de especialidades médicas, dos diversos serviços de urgência e rotina. É esse modelo que a gente pensa que para a capital resolve e para o interior a carreira de estado tem que está na frente realmente, porque é uma situação totalmente diferente” disse.

Para o presidente do Simeam, é necessário que a carreira médica seja implementada o mais breve possível, e já tem uma orçamentação, que foi prevista na Lei de Diretrizes Orçamentárias – LDO, para 2019. Mario Vianna informou ainda como está a situação da Carreira “A carreira está como emenda constitucional na constituição estadual, portanto, ela já tem quase um poder de lei, o que falta é regulamentar. O sindicato entrou com mandado de injunção, informando antes inclusive à Secretaria de Saúde e ao próprio governo, que a constituição prevê que a partir de 36 meses de uma emenda constitucional, a regulamentação, se não for feita pelo poder executivo e legislativo, pode ser feita através de um mandado de injunção e é o que nós fizemos”, explicou o presidente.

O delegado sindical, Dr. Reinaldo Menezes, pediu agilidade na questão do processo 559/2014 que trata da reposição de 5,1% devida aos médicos no período de maio a novembro de 2012, cujo valor ainda não foi pago, além da gratificação de cursos de 163 médicos que também está pendente.

Para Orestes Filho, Secretário de Saúde do Estado, a implantação da carreira médica vai ajudar muito em levar e fixar médicos no interior do estado, mas explicou que tanto o projeto da carreira médica quanto o processo 559/2014, que trata da reposição salarial, e a gratificação de cursos dos médicos só poderão ser tratados e negociados após o período eleitoral. “Tudo que envolve desembolso não pode ser feito nesse momento para não caracterizar cooptação de voto, é um plano para ser tratado depois do final das vedações eleitorais, que são 3 meses depois da eleição”, disse o secretário.

Ainda como última pauta, os representantes do Simema falaram sobre o terreno localizado na avenida Brasil, no bairro da Compensa, zona oeste de Manaus, que foi doado ao Sindicato dos Médicos há alguns anos, o presidente do Simeam pediu para o secretário rever para que seja logo resolvido, pois o processo está parado. “Nós tivemos um trabalho brilhante do dr Reinaldo Menezes que localizou esse processo e que a Secretaria de Planejamento Fundiário já fez o seu posicionamento a favor da doação de um terreno na avenida Brasil e que a documentação toda já estava avançada, infelizmente esse processo estava perdido, extraviado dentro da secretaria de saúde e nós resgatamos e o dr Orestes, atual secretário de saúde, disse que vai ver isso com muito carinho e, possivelmente, terá uma solução pra gente nas próximas semanas.”

Mário Viana elogiou a reunião e disse que foi muito proveitosa, pois puderam tratar de assuntos importantes e que não podem ser esquecidos. “A gente espera realmente que todas essas questões que foram tratadas tenham uma solução em breve e é dessa maneira que a gente tem que tratar todas as questões de interesse do sindicato e evidentemente dos médicos, de forma respeitosa, com conversa, debate e colocando sempre às nossas necessidades”, finalizou Mario Vianna, presidente do Simeam.

 

Deixe seu comentário

Notícias anteriores

Quarta-Feira, 10 de outubro de 2018

VEM AÍ: SEMANA DO MÉDICO

Quarta-Feira, 10 de outubro de 2018

MANIFESTAÇÃO DE APOIO