ÁREA DO ASSOCIADO

Faça seu login para ter acesso completo a sua conta.

Dúvidas: (92) 3651.7798 | 3308.9313 . contato@simeam.org

Notícias

CONTRIBUIÇÃO SINDICAL RESPOSTA A NOTA DO CREMAM

Quinta-Feira, 13 de setembro de 2018

O Simeam alerta que a cobrança da Contribuição Sindical (antigo Imposto Sindical) realizada no início do ano e nos anos anteriores por esse Sindicato de Classe sempre foi feita de forma correta e dentro da legalidade, conforme instruções da Confederação Nacional de Profissionais Liberais (CNPL) e da Federação Nacional dos Médicos (FENAM) e realizando inclusive consultas ao MPT, tudo acreditando que essa seria a melhor forma de garantir e fortalecer as lutas sindicais da categoria.

Em 2018, a contribuição passou a ser facultativa e o Sindicato por sua vez informou aos colegas deixando o médico a vontade para pagar se achasse que deveria contribuir com o movimento sindical, por essa razão também que não foram realizadas cobranças extra ou judiciais tanto que tivemos uma diminuição significativa no número de pagantes.

O Simeam prega há muitos anos como forma de resgate da imagem da categoria médica uma união das Entidades Médicas a nível regional e nacional onde as vaidades pessoais possam ser deixadas de lado em prol da categoria e da população que acaba sendo atingida de forma direta e/ou indireta diante dessa realidade.

Nos causa estranheza o momento em que o CRM resolve se posicionar tendo em vista que a contribuição ter sido aplicada de fevereiro a abril e desde lá o sindicato não realizou mais cobranças ou recebeu questionamentos sobre tal assunto.

Assim, a pesar dessa nota no nosso entendimento extemporânea não deixaremos nunca de acreditar na necessidade dessa união entre a categoria e suas entidades e lutaremos o quanto for possível para que ela possa vir de fato a acontecer. Acreditamos que esse tipo de comunicado de tanto destaque poderia vir a existir para divulgar a precária situação da saúde pública, a realidade em que os profissionais se encontram em seus postos de trabalho por falta de fiscalização e até mesmo para divulgar cursos de educação continuada para a categoria.


 

Por fim, nos colocamos a disposição para qualquer questionamento pelos números 3651.7798 ou 3308.9313.

 

Deixe seu comentário

Notícias anteriores

Sexta-Feira, 30 de novembro de 2018

SIMEAM APOIA PAPAI NOEL DOS CORREIOS

Terça-Feira, 27 de novembro de 2018

SIMEAM CRITICA FALTA DE SEGURANÇA NAS UNIDADES

Sexta-Feira, 23 de novembro de 2018

MINISTRO DA SAÚDE É MÉDICO