ÁREA DO ASSOCIADO

Faça seu login para ter acesso completo a sua conta.

Dúvidas: (92) 3651.7798 | 3308.9313 . contato@simeam.org

Notícias

FMB》NOVA GESTÃO ASSUME ATÉ 2024

Segunda-Feira, 29 de novembro de 2021

 

A Gestão 2021-2024 da Federação Médica Brasileira (FMB) iniciou neste sábado, 27 de novembro de 2021, uma nova diretoria da Entidade que representa mais de 400 mil médicos Brasileiros.

À frente dos trabalhos, o pediatra, vereador do Recife, e diretor do Sindicato dos Médicos de Pernambuco, Tadeu Calheiros. “Para mim é uma honra poder representar esta categoria que tanto me orgulho em fazer parte. Tenho certeza que piso em um terreno sólido e cabe agora continuar alicerçando esse caminho, unindo cada vez mais os sindicatos do Brasil e mostrando a força da união da categoria médica”, afirma o novo presidente que agradece a Casemiro dos Reis Júnior por ter guiado a FMB em um período sanitário que trouxe transtornos mundiais.

Nesta gestão que se inicia, os sindicatos do Amazonas, Ceará, Grande ABC, Minas Gerais e Rio Grande do Sul somam forças com os sindicatos do Acre, Alagoas, Anápolis, Amapá, Campinas, Criciúma, Mato Grosso, Pará, Paraíba, Pernambuco, Santa Catarina, Sorocaba, Roraima e Tocantins e ampliam o tamanho da representação médica nacional que tem como compromisso o Médico, a Medicina e a Saúde.

Entre as pautas de luta da FMB estão a busca pela valorização do trabalho e da carreira médica, melhorias na qualidade da assistência médica público e privada, busca por políticas de qualificação na formação de médicos no país, e gestão em saúde pública efetiva.

A FMB também tem como causa o compromisso com o povo brasileiro tanto na luta por um Sistema Único de Saúde de qualidade, integral, equitativo e com acesso universal, bem como, com os princípios da democracia com promoção da justiça social e defesa dos direitos humanos.

A FMB se coloca à disposição para colaborar e interagir sobre quaisquer assuntos relacionados à Saúde. “Temos uma Federação consolidada e temos a certeza de que a aproximação com Entidades Médicas, Gestores, Representantes Políticos e a Sociedade, são indispensáveis para o fortalecimento e o crescimento daquela que é a voz dos Médicos de todo o Brasil”, conclui Tadeu Calheiros.

Deixe seu comentário

Notícias anteriores