ÁREA DO ASSOCIADO

Faça seu login para ter acesso completo a sua conta.

Dúvidas: (92) 3651.7798 | 3308.9313 . contato@simeam.org

Notícias

SIMEAM FAZ PARCERIA COM A FIOCRUZ EM PESQUISA NACIONAL SOBRE O COVID-19

Quarta-Feira, 02 de setembro de 2020

O Simeam fechou parceria com a Fiocruz para adesão a pesquisa “Condições de Trabalho dos Profissionais de Saúde no Contexto da Covid-19 no Brasil” aplicada pela instituição, A pesquisa analisará as condições de trabalho dos profissionais de saúde na linha de frente da Covid-19. E abarcará cerca de 1 milhão de profissionais de saúde em todo o Brasil.

No estado do Amazonas, o Simeam é a primeira entidade médica a fazer a sua adesão e se junta a grandes parceiros como CFM, COFEN, Conass, Conasems e diversas instituições e entidades nacionais.

A Fiocruz quer entender como a dinâmica de trabalho afeta a vida, o corpo e a saúde física e emocional dos profissionais de saúde que atuam diretamente na assistência e no combate à Covid-19, e seu objetivo é analisar e compreender a realidade de vida e trabalho dos profissionais da equipe de saúde que atuam na linha de frente da pandemia. Também saber sobre o ambiente de trabalho, a jornada, o vínculo institucional, a vida do profissional na pré-pandemia e as consequências do atual processo de trabalho, envolvendo aspectos físicos, emocionais e psiquícos desse imenso contingente de trabalhadores.

De acordo com o Boletim Epidemiológico Especial nº 28 do Ministério da Saúde, até o dia 22 de agosto, foram registrados 268.954 casos de Covid-19 em profissionais de saúde de todo o país, com 241 óbitos.

O Simeam entende a importância da pesquisa e por isso resolveu aderí-la, pois ela deve revelar situações inaceitáveis e indignas do trabalho dos profissionais de saúde nas diversas relações de trabalho, inclusive precarizados que necessitam ser denunciados aos órgãos de fiscalização e controle. Pois não é novidade que, independentemente da pandemia, existe uma exploração, degradação e frequente assédio moral no trabalho dos profissionais da saúde tanto no serviço público como privado, no que tange principalmente as condições de trabalho e remuneração.

Por tudo isso, esperamos que essa pesquisa possa ser o início de uma reviravolta positiva nas relações de trabalho na área da saúde!

O link da pesquisa está aqui: https://redcap.icict.fiocruz.br/surveys/?s=XDM37R9C9X

O preenchimento do questionário é feito de forma on-line e leva de 10 a 15 minutos. A identidade do participante será preservada.

Na Fiocruz, a pesquisa é conduzida pela Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (Ensp) e pelo Centro de Estudos Estratégicos (CEE), com parceria do Instituto Aggeu Magalhães (IAM) e do Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (Icict).

 

 

 

Deixe seu comentário