ÁREA DO ASSOCIADO

Faça seu login para ter acesso completo a sua conta.

Dúvidas: (92) 3651.7798 | 3308.9313 . contato@simeam.org

Notícias

SAÚDE DO AMAZONAS. ESTRUTURA NOVA E VELHAS PERGUNTAS SEM RESPOSTAS.

Quarta-Feira, 02 de setembro de 2020

O governador Wilson Lima anunciou na segunda-feira, 31/08, mudanças na saúde pública do Amazonas. Inclusive mexendo na estrutura organizacional e no nome da própria Secretaria. Sai o nome “Susam” para dar lugar a “SES -AM”.

Observando as medidas anunciadas, o Sindicato dos Médicos do Amazonas expôe a sua opinião sobre elas. Entendemos que mudanças são necessárias e urgentes para sanar a gravíssima crise sanitária que vivemos no Amazonas, mas algumas medidas nos preocupam.

1 – Efetivação do nome do Sr. Marcellus Campelo como Secretário de Saúde do Amazonas. Administrativamente é bom que a “nova” secretaria tenha um gestor efetivo mas entendemos que o nome efetivado é fruto de uma articulação política com parlamentares da ALEAM, tendo inclusive grau de parentesco com uma parlamentar, além de não ser da área de saúde e até o momento não buscou estabelecer nenhum tipo de contato com as entidades representativas dos trabalhadores da saúde.

2 – Vemos com muita estranheza, ainda mais com discurso por parte de setores do governo estadual de que “o estado do Amazonas está sem recursos”, o fato da SES-AM em sua nova estrutura ter 04 (quatro) Secretários-Executivos e 07 (sete) Secretários-Executivos Adjuntos. De acordo com o que foi publicado pela própria comunicação do governo, o objetivo é “horizontalizar a gestão melhorando a tomada de decisões”. Mas será que isso se dará mesmo? Ou é mais uma manobra da gestão Wilson Lima para empregar os “amigos do rei”? Sinceramente, isso é fazer chacota com o dinheiro do contribuinte.

3 – A “nova Secretaria de Saúde” será de fato diferente? Ou apenas o nome e a estrutura mudaram e os “amigos do governador” sem qualificação técnica e apenas com indicação política continuarão mandando na saúde, em detrimento dos competentes servidores de carreira desvalorizados pela atual gestão? Será que os processos internos serão mais ágeis e mais transparentes? Ou continuaremos a ver a morosidade nas respostas quando os gestores são questionados?

4 – Teremos por parte da SES-AM uma interlocução que respeite os profissionais de saúde através das suas entidades representativas? Ou a nova Secretaria de Saúde só ouvirá os elogios e continuará a perseguir quem denuncia os problemas? Muitos colegas hoje sofrem represálias porque tiveram a coragem de denunciar e apontar os erros da gestão de saúde.

5 – A SES-AM vai continuar tentando esconder os problemas da saúde do Amazonas, inclusive tentando usar de força política e articulações escusas para impedir as investigações da CPI da Saúde na ALEAM? Ou vai fazer diferente buscando a melhoria dos serviços de saúde oferecidos a população e melhorando as condições de trabalho, salário e carreira dos profissionais de saúde?

O Simeam nunca se furtou a dialogar com quem quer que seja e esperamos que a SES-AM não tenha os mesmos vícios e problemas gerados até aqui e intensificados pelo governo Wilson Lima, o qual foram expostos de forma visceral pela pandemia de Covid-19.

A Saúde do Amazonas pede socorro e esperamos que a SES-AM possa responder as velhas perguntas que estão aí pois o povo do Amazonas tem a obrigação de saber das respostas.

 

Deixe seu comentário