ÁREA DO ASSOCIADO

Faça seu login para ter acesso completo a sua conta.

Dúvidas: (92) 3651.7798 | 3308.9313 . contato@simeam.org

Notícias

GOVERNADOR DESAFIA ORIENTAÇÕES TÉCNICAS E PREFERE CORRER RISCO DE “EXPLODIR PULMÕES

Sexta-Feira, 15 de maio de 2020

Nos últimos dias fomos surpreendidos positivamente por matérias que tratam de ações e opiniões emitidas pelo Conselho Regional de Medicina do Amazonas – CRM-AM, sobre o caos da saúde no Amazonas.

Em tempos de pandemia de coronavírus, de descaso com a saúde por parte do Governo do Estado, de compras superfaturadas de equipamentos que não atendem as necessidades E realizadas junto a empresas que não são fornecedoras de produtos de uso hospitalar, ver o CRM-AM  se manifestar, de forma oportuna ..... está sendo muito gratificante e tem nosso total apoio!

Lembremos que na fiscalização prévia a inauguração do “Hospital de Campanha da Nilton Lins” feita pelo Ministério Público e acompanhado do Conselho Regional de Medicina do Estado do Amazonas, o mesmo apontou “que o hospital não possuía estrutura e material adequados para funcionamento e tratamento de pacientes portadores de Covid-19. ainda apontou que o hospital não possuía conexões de ventiladores, traqueia, Central de Esterilização, equipamento de aspiração e sistema de vácuo e sistema fechado de manejo de via aérea em toda a estrutura, EPI’s em número insuficiente para o número de leitos, como também profissionais    e até mesmo faltava material para lavagem das mãos”. entretanto, apesar dessa quantidade de argumentos técnicos inquestionáveis e até absurdos, como falta de sabão, muito bem apresentados pelo CRM-AM e da presença do MPE o “governador” afirmou em determinado momento, que só não inauguraria   o hospital se passassem por cima do seu cadáver, num claro afronto a justiça e demais instituições!

Infelizmente, apesar das gravíssimas falhas, não foi acatada de fato a interdição do hospital e tampouco houve A judicialização para obrigar o “governador” a “não ter licença para matar”, ou seja, “explodir pulmões”, como foi dito pelo presidente do CRM-AM em várias entrevistas recentes. Outra questão que vem a tona é sabermos se o diretor técnico da unidade, e também precisamos saber quem é, se o mesmo foi devidamente notificado pelo CRM-AM e cientificado das suas responsabilidades, em relação ao Hospital de Campanha da Nilton Lins!

Diante desse cenário acima exposto e da corajosa e pertinente observação do presidente do CRM-AM que pulmões no “hospital de campanha da Nilton Lins” podem estar sendo explodidos, o que as autoridades já fizeram ou vão fazer? essa pergunta a sociedade merece uma rápida e pronta resposta e uma investigação do CRM-AM para verificar se de fato os equipamentos inadequados foram usados de forma errada e se houveram efetivamente casos de barotrauma  (explosão de pulmões). Repito, as afirmações do presidente do CRM-AM são pertinentes no nosso entendimento, mas nós médicos e a sociedade merecemos as respostas as afirmações feitas e aos questionamentos levantados.

Por fim mais uma vez aqui O Simeam elogia a intervenção do Conselho Regional de Medicina do Amazonas sobre a aquisição dos respiradores pelo estado, que o Simeam anteriormente já tinha feito insistentemente tanto no sentido técnico como também de superfaturamento.

Dessa forma reitera que os respiradores adquiridos para a inauguração política do hospital, são de fato para tratamento domiciliar de pacientes pneumopatas  crônicos e em tratamento de pacientes com Covid-19 que não necessitaram ainda de entubação.

 

Deixe seu comentário

Notícias anteriores