ÁREA DO ASSOCIADO

Faça seu login para ter acesso completo a sua conta.

Dúvidas: (92) 3651.7798 | 3308.9313 . contato@simeam.org

Notícias

SIMEAM APÓIA PROJETO DE LEI QUE INDENIZA FAMÍLIAS DE PROFISSIONAIS DE SAÚDE MORTOS POR COVID-19

Quinta-Feira, 14 de maio de 2020

O Simeam recebe com satisfação a iniciativa legislativa do Dep. Estadual Delegado Péricles, que apresentou Projeto de Lei que “visa indenizar as famílias de profissionais da saúde e da segurança pública que morreram por Covid-19, no exercício do seu trabalho”. O projeto foi apresentado pelo ilustre parlamentar na Sessão Ordinária da Aleam do dia 06.05.2020 e recebeu o apoiamento de vários outros deputados estaduais.

É uma iniciativa que vem reparar o descaso promovido pelo Governo do Estado aos profissionais que perderam suas vidas nesta pandemia no exercício da sua atividade laboral. Obviamente, nada pode preencher o vazio da perda de entes queridos, mas a medida é um importante gesto reparador e que reconhece o trabalho de nossos colegas mortos.

Vale ressaltar também que o Simeam já havia sinalizado que responsabilizaria o Governo do Amazonas junto ao Judiciário por negligência e descaso com esses profissionais, em especial os da saúde. Em matéria publicada no dia 15 de abril de 2020 em nosso site www.simeam.org.br, o sindicato já se colocava á disposição das famílias dos colegas falecidos para patrocinar ação indenizatória a ser paga pelo Estado.

Sugerimos que essa indenização possa ser estendida aos profissionais que ficaram afastados do serviço por Covid-19, uma vez que, esses profissionais também tiveram perdas materiais em virtude de seu afastamento, sem falar de que muitos já sofriam com os seus salários atrasados.

Saudamos o Dep. Estadual Delegado Péricles pela iniciativa e também constatamos mais uma vez a total negligência do Governo do Estado em conduzir um plano de contingenciamento eficiente e eficaz que proteja os usuários do sistema público estadual de saúde, e os trabalhadores da saúde, independentemente de qual vínculo empregatício tenham com o Estado.

Deixe seu comentário

Notícias anteriores